Close
O QUE SÃO INSIGHTS E COMO TRABALHAR COM ELES?

Você sabe o que é um insight? E se você pudesse desenvolver e ampliar seus momentos “eureka”?

Sim, é provável que o insight mais famoso da história seja o grito de Arquimedes. A lenda conta que o antigo matemático enquanto preparava seu banho, descobriu como medir o volume de um objeto, sua densidade, depois de perceber o deslocamento da água ao entrar na banheira.
Essa história ilustra perfeitamente como ocorre um insight. A palavra insight significa: “clareza súbita da mente, capacidade de entender verdades ocultas ou ainda a habilidade de discernir a verdadeira natureza de uma situação.”

O mais interessante, é que os insights, as ideias geniais, ocorrem inesperadamente e até mesmo quando a pessoa nem está pensando no assunto. O que nos cabe, é treinar e estimular a produção dos insights pelo nosso cérebro.
A palavra insight também deriva de inner sight, que pode ser traduzida como “visão interior”, uma visão de si mesmo, o autoconhecimento. Ter a percepção interior, o estudo de si mesmo nos auxilia a desenvolver as mais variadas competências, pois um dos nossos maiores problemas é que não temos acesso a todas as funções do nosso cérebro, neste caso a consciência de si próprio pode expandir esse alcance, então anota ai a primeira dica para estimular insights: autoconhecimento!

A maneira como você enxerga o mundo e as pessoas também estimula o seu cérebro. Por isso, procure observar com atenção percebendo elementos que geralmente deixamos passar: cores, formas, cheiros e outras propriedades são um bom começo, mas procure adotar uma visão sensível sobre as pessoas, observando os comportamentos mais sutis, buscando descobrir suas motivações.

Além dessa observação, busque ter sempre em mãos algo para anotar ideias, informações ou pensamentos interessantes ao longo do seu dia. Isso ficou mais fácil de ser feito agora que temos sempre um smartphone nas mãos então aproveite! É comum que durante a noite, tenhamos ideias ou pensamentos interessantes, não deixe para depois: procure anotar na hora. E não só anotar, procure revisar suas ideias e quem sabe, tirá-las do papel.

A última dica é o exercício inicial que realizamos dentro do DeROSE Method buscando aprimora nossa capacidade de concentração e trabalhar ainda mais nossos hemisférios cerebrais:

Mantenha o ambiente onde você está confortável, se quiser coloque uma música (opte por músicas que não tenham letras, pois isso pode derivar seu foco) e então sente-se em uma posição confortável, dê preferência por deixar sua coluna ereta.
Concentre-se na sua respiração observando o ar entrar e sair dos seus pulmões. Mentalize ao inspirar a seguinte frase: eu estou inspirando e ao soltar o ar: eu estou exalando.

Permaneça nesse exercício de concentração aonde buscamos suprimir as ondas mentais e com isso ampliar a nossa consciência.

Até mais!
Marina Benedetti

Add Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *